segunda-feira, 29 de julho de 2013

Soli Deo Gloria!

Eu sempre me encho de esperança quando alcanço outra página em branco do caderno, quando começo a ler um novo livro, quando passo pra 5ª marcha e rapidamente enxergo novas paisagens. Sinto-me estranhamente feliz quando olho pra imensidão do mar e percebo que mesmo que eu tivesse mais visão e competência, ainda sim não enxergaria seu fim. 
São pequenas doses de ânimo e novas expectativas que Deus me dá diariamente para me manter constantemente feliz na minha incompetência de não poder acrescentar nada a minha vida sem Sua permissão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

" Vem, cara, se declara. O mundo é portátil pra quem não tem nada a esconder..."